Uma Baía de Guanabara com águas limpas?

Especial
Casa de Banhos de D.João VI: local onde o rei teria se curado / Foto: Marcos Tristão - Museu do Amanhã

Acredite: isso já foi realidade no bairro portuário do Caju. E até o rei Dom João VI foi testemunha. Quando ele já tinha 50 anos, em 1817, um médico lhe orientou a recorrer às águas cristalinas da Guanabara para se curar de uma mordida de carrapato na perna. Passou a frequentar o Solar do Caju, de propriedade do negociante de café Antonio Tavares Guerra. Deu certo.

Dom João não era muito chegado a banhos, e, recuperado, logo deixou de frequentar o ambiente paradisíaco. Mas a Chácara Imperial Quinta do Caju ficaria para sempre conhecida como "Casa de Banhos de D.João VI". O imóvel, tombado pelo Iphan, está de pé até hoje.

Saiba mais no especial "O Porto do Rio e a construção da alma carioca".