Itinerância Fruturos - Tempos Amazônicos | Museu do Amanhã

Itinerância Fruturos - Tempos Amazônicos

Destaques
Início: 
quarta, 27 de março de 2024
Término: 
domingo, 01 de dezembro de 2024

Que Amazônia queremos para o futuro? Que soluções permitem manter a floresta em pé e, ao mesmo tempo, prover qualidade de vida às mais de 30 milhões de pessoas que habitam esse bioma? Após uma temporada de sucesso no Museu do Amanhã, atraindo mais de 200 mil visitantes, FRUTUROS - Tempos Amazônicos, exibida entre dezembro de 2021 e junho de 2022, chega a quatro cidades do Brasil: São Luís, capital do Maranhão, e três cidades do Pará: Canaã dos Carajás, Parauapebas e Belém.

A exposição nos convida a refletir sobre um novo modelo de desenvolvimento socioeconômico na Amazônia que seja baseado no conhecimento científico, nos saberes e práticas das populações tradicionais e no compromisso de manter a floresta em pé, refletindo sobre ​os aspectos que têm levado à sua degradação e pautando um novo modelo de desenvolvimento sustentável e inclusivo na região. Está em nossas mãos semear esse caminho.

 

PROGRAMAÇÃO

São Luís (MA) 

Local: CCVM 
Expo: 27 de março a 8 de junho de 2024

Canaã dos Carajás (PA) 
Local: Casa da Cultura de Canaã dos Carajás
Exposição: 12 de abril a 30 de junho de 2024

Parauapebas (PA)
Local: Centro Cultural de Parauapebas
Exposição: 11 de julho a 13 de setembro

Belém (PA)
Local: Armazém 3
Exposição: 2 de outubro a 1º de dezembro de 2024

Fruturos - Tempos Amazônicos é uma realização do Museu do Amanhã, gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão e realizado pela Prefeitura do Rio. Apresentada pelo Instituto Cultural Vale e com apoio da Bayer, através da Lei de Incentivo à Cultura, a mostra tem parcerias do IPAM, AFP, Globo e Agência Sapiens.

O Museu do Amanhã é gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão – IDG, e conta com patrocinadores e parcerias que garantem a manutenção e execução dos projetos e programas ao longo do ano. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro, concebido em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo.